Loading...
Larger font
Smaller font
Copy
Print
Contents
  • Results
  • Related
  • Featured
No results found for: "undefined".
  • Weighted Relevancy
  • Content Sequence
  • Relevancy
  • Earliest First
  • Latest First
    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents

    Prefácio

    O Salmo 48 costuma ser considerado o Salmo 23 dos moradores das cidades. “Grande é o Senhor e mui digno de ser louvado, na cidade do nosso Deus” (v. 1). É a presença de Deus na cidade que a torna bela e imponente, “a alegria de toda a terra; [...] a cidade do grande Rei” (v. 2). O fato de Deus identificar-Se de tal modo com uma cidade terrestre deve nos alertar para, através dos olhos de Deus, enxergar o potencial das cidades de hoje.MPC 9.1

    As cidades, porém, arregimentam-se frequentemente contra Deus. Esse era o tipo dominante de cidade quando a Bíblia foi escrita. Jesus, Moisés, Davi, Daniel e a maioria dos outros profetas bíblicos tiveram que lidar com as cidades, algumas das quais eram enormes, para aquela época. “Nínive era tão grande, que uma pessoa levava três dias para atravessá-la a pé” (Jn 3:3, NTLH), tendo “mais de cento e vinte mil pessoas” (Jn 4:11). Babilônia tinha 16 quilômetros de muros rodeando uma grande população e construções monumentais que incluíam uma das sete maravilhas do mundo antigo. Éfeso, do Novo Testamento, tinha iluminação pública ao longo de sua principal artéria, a famosa Arcadiane. Roma, Alexandria, Antioquia, Atenas, Corinto, Susã e Tebas estavam entre as grandes cidades dos tempos bíblicos.MPC 9.2

    Paulo foi o evangelista pioneiro do cristianismo nas grandes cidades do Império Romano. Pedro, Filipe, Apolo e outros líderes cristãos também evangelizaram cidades. As pessoas acostumadas a pensar nas cidades como lugares do mal devem se lembrar de que, em visão, João viu a intenção de Deus para a humanidade claramente definida como uma cidade de incomparável glória e regozijo.MPC 9.3

    Quando Jesus andou na Terra, percorria “todas as cidades e povoados”, ensinando, pregando e curando. As multidões O tocavam profundamente: “Vendo Ele as multidões, compadeceu-Se delas, porque estavam [...] como ovelhas que não têm pastor” (Mt 9:35, 36). Hoje, a maior parte da população mundial mora em cidades. Importa-Se Jesus menos com essas pessoas do que Se importava com os habitantes das cidades há dois mil anos? Não é de admirar que Ellen G. White tenha recebido tantos conselhos sobre habilitar a igreja para um abrangente evangelismo e ministério urbano. Mesmo assim, suas instruções acerca do trabalho nas cidades são bem menos conhecidas do que seus apelos para moradia em ambientes mais rurais. A breve compilação Vida no Campo (1946) trouxe uma atenção bem merecida a esses apelos.MPC 9.4

    Como complemento a essa coleção, o presente volume, Ministério Para as Cidades, tem o objetivo de ajudar os leitores a entender o plano de Deus para o trabalho na cidade. Preparado no escritório do Patrimônio Literário de Ellen G. White, seu material foi extraído não só de artigos, livros e folhetos de Ellen G. White, como também de suas cartas e manuscritos. Não é uma compilação exaustiva dos seus conselhos sobre as cidades, mas, como coletânea representativa, é altamente informativa. Cobre muitas áreas da instrução que Ellen White recebeu para a igreja e sua atividade em favor das cidades do mundo. Para auxiliar o leitor, são mencionados os anos das declarações incluídas neste volume. No caso de cartas e manuscritos, o número indica o ano em que foram escritos; para as outras fontes, o ano da primeira publicação nessa forma. As citações de Testemunhos Para a Igreja, volumes 1-5, refletem o ano da primeira publicação na forma de panfletos, intitulados Testemunho.……MPC 10.1

    Muitas décadas já se passaram desde que Ellen White escreveu o último dos seus conselhos. Em alguns aspectos, as condições que enfrentamos hoje diferem daquelas que ela abordou. O leitor deve ter em mente que o tempo, a localização e outros fatores precisam ser considerados ao se traçarem planos para a obra hoje. As condições podem mudar; os métodos de lidar com elas podem variar, mas os princípios por trás dos conselhos permanecem os mesmos. Esses princípios devem orientar e guiar nossos esforços no sentido de enfrentar os desafios atuais.MPC 10.2

    À medida que se aproxima a segunda vinda de Cristo, as palavras de Ellen White assumem novo sentido de urgência: “O trabalho nas cidades é a obra essencial para este tempo. Quando as cidades forem trabalhadas como Deus deseja, o resultado será colocar em ação um poderoso movimento como nunca foi testemunhado” (MS, p. 304). Nossa esperança e oração é que Ministério Para as Cidades ajude os leitores a se comprometerem mais com a aplicação dos conselhos que temos recebido, e a se tornarem mais eficientes para alcançar as cidades com a mensagem de Cristo para os últimos dias.MPC 10.3

    Depositários do Patrimônio Literário de Ellen G. White
    Silver Spring, Maryland

    Larger font
    Smaller font
    Copy
    Print
    Contents